Sempre antecipado, atuação forte do SINJUSC garante home office

home office sinjusc tjsc pandemia

Tribunal atende chamado da categoria e SINJUSC e prorroga, novamente, o home office até 30 de junho. Esta notícia não é novidade, mas se trata de um processo em que o sindicato se antecipa em prol dos servidores. Nossa luta continua até que o Tribunal apresente quais medidas está tomando para garantir a segurança dos servidores e da população.

Assim que foi decretada pandemia, oficiamos o Tribunal a suspender os prazos e atendimento externo. O pedido foi feito em 13/03 e o TJ publicou resolução em 16/03, com medidas iniciais, mas manteve fóruns com trabalho interno, obrigando a presença de um servidor por comarca. Atuamos e cobramos que TODOS deveriam entrar em home-office e que a secretaria e direção de foro elaborassem atendimento via telefone e não presencial. 

Pela Fenajud e Fenajufe cobramos via CNJ e, no dia 19/03, o Conselho acatou  o pedido e suspendeu os prazos até 30 de abril, instituindo regime de plantão extraordinário. Apresentamos novo ofício fundamentado ao TJSC que, em 23/03 editou nova norma e excluíram a necessidade de trabalho presencial nos fóruns e suspenderam os prazos até 30/04.

A cada nova determinação do TJ, publicávamos orientações aos servidores nos colocando à disposição no enfrentamento ao assédio e cobranças abusivas. Por meio de Lives, contato telefônico, e-mail e WhatsApp continuamos nosso diálogo com a base a conseguimos cumprir nossa agenda principal e construímos a campanha salarial 2020, com pauta entregue no final de maio.

Em todas as formas de comunicação, reforçávamos sobre a permanência do home office e dialogávamos com o Tribunal, sempre nos adiantando com foco na saúde do servidor. A pressão continuou e no dia 07/05, o Tribunal novamente atendeu nossa preocupação e prorrogou o home office até 31/05. E assim seguiu até 14/06, com o Sindicato alertando, cobrando permanência do trabalho em casa e o TJ atendendo.

Seguimos em alerta e ao lado dos servidores. Estamos em home office e o retorno ao trabalho presencial só no pós-pandemia. Vidas em primeiro lugar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *