Quem são as 1230 pessoas que responderam à pesquisa

Quem são as 1230 pessoas que responderam à pesquisa

A pesquisa de home office feita no mês de maio trouxe dados importantes sobre a representatividade do SINJUSC e apontou alguns caminhos de atuação. A pesquisa ficou disponível 6 dias, inclusive final de semana, e teve ampla participação da base, com 1230 respondentes.

Do total que responderam: 84 são assistentes sociais – sendo 175 lotados no judiciário; 94 analistas jurídicos – sendo 263 lotados; 15 psicólogos – sendo 32 lotados; 786 técnicos judiciário auxiliar – sendo 2.623 lotados – ou seja, 30% dos técnicos se engajaram na pesquisa. Os dados de lotação foram retirados da folha de pagamento do Tribunal.

A literatura acadêmica demostra que as pesquisas on-line são validadas com percentual de 2% a 3% de retorno, a nossa pesquisa teve mais de 40%. O resultado foi muito significativo e evidencia o envolvimento da categoria com a atuação do Sindicato e também nossa dedicação de fazer a informação chegar até o filiado. Os dados tabulados foram fundamentados na pauta de reivindicações entregue à Administração do Tribunal no final de maio. Veja aqui.

Nossa pesquisa trouxe também recortes de gênero e raça. Do total que responderam, 67% eram mulheres – O poder judiciário catarinense é composto majoritariamente por mulheres e isso expõe, novamente, a necessidade de pautarmos assunto sobre: violência doméstica, sobrecarga da mulher, trabalho invisível e não remunerado, assédio e diversos outros temas que o Coletivo Valente traz.

Hoje (09/06), por exemplo, o grupo debate em Live no Facebook do SINJUSC, às 18h: “Mães que seguram a curva: diálogos sobre o trabalho de cuidados”. Clique aqui para acessar nossa página.

Sobre a questão da etnia, existe um número de 10,5% de não brancos, sendo 87 pardos (7,1%), 17 Pretos (1,4%), 12 Amarelos (1%), 1 Indígena (0,1%), e 12 outros (1%). É um número relevante dentro da realidade branca do judiciário catarinense e chama a necessidade de um debate sobre raça dentro do Judiciário.

O SINJUSC vem trazendo o debate em conteúdos publicamos na Revista Valente e também em alguns eventos como o Encontro de Mulheres e Congresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *