Ponte da rede de solidariedade é construída e famílias são beneficiadas

0
696

Uma demanda concreta no bairro Tapera, em Florianópolis: um botijão de gás e cinco cestas básicas. Duas servidoras da Capital, a Rita e a Susi, dispostas a ajudar.

O SINJUSC recebeu esta demanda da Iyá Barbara, uma líder comunitária do bairro Tapera, e prontamente, fez contato com as colegas que haviam se cadastrado na rede de solidariedade. Explicamos a demanda, a qual foi acolhida por ambas. Resultado: em dois dias cinco famílias receberam as cestas básicas e uma sexta família uma recarga no gás de cozinha (que já estava deitado – quem convive nas comunidades sabe que o gás é utilizado até o último sopro).

No final da tarde de ontem (15/04/2020), a Iyá Bárbara foi fazer a entrega às famílias.

Como funciona a rede?

AQUI você pode se cadastrar para ajudar ou ser ajudado.

De acordo com a chegada das demandas, vamos entrando em contato com as pessoas cadastradas para ajudar. Normalmente, as pessoas querem enviar dinheiro para a compra do que precisa. Assim, nós recebemos os valores na conta do SINJUSC e compramos aquilo que cada demanda pede (cestas básicas, gás e fraldas tem sido muito requerido). Toda esta entrada de valores serão revertidas na compra das mercadorias destinadas às pessoas que necessitam. Tudo está sendo auditado e controlado (entrada e saída dos recursos com as respectivas notas fiscais). Será prestado contas de cada centavo que o SINJUSC receber.

Uma coisa importante de ressaltar: não recebemos valores aleatoriamente, mas sim sempre de acordo com as demandas que recebemos. Por isso, no momento é importante o cadastro das pessoas dispostas a ajudar. Quando recebermos a demanda, entramos em contato e já falamos especificamente dela.

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here