Pesquisa sobre plantão termina hoje e sindicato intensifica diálogos nas comarcas

0
477
Comarca de Concórdia

Encerra hoje (08/08) a pesquisa sobre o plantão judicial. Nas comarcas do Oeste o SINJUSC passa de sala em sala convocando os servidores a responder. Ontem, os diálogos foram em Xanxerê, Chapecó e hoje em Concórdia. Para responder a pesquisa basta clicar aqui e seguir os passos. É rápido, prático e muito importante a opinião de cada um. A realização da pesquisa foi uma deliberação da Assembleia Geral Extraordinária do dia 26/07.

As mudanças na forma de realizar o plantão preocupam o sindicato porque o Tribunal, mais uma vez, não ouviu a categoria, que será a mais atingida pelas mudanças. Diversos questionamentos foram feitos ao relator do processo, desembargador Antônio Zoldan da Veiga. Até momento nenhuma resposta foi dada aos servidores.

VEJA AQUI NO MAPA A NOVA PROPOSTA ESTADUAL DE PLANTÕES DO TJSC

Outro apontamento do Sindicato é sobre o saldo de horas. Até novembro de 2018, o Tribunal devia aos plantonistas mais de 80 mil horas. Sem possibilidade de gozar os dias por falta de pessoal, os servidores também não são remunerados por trabalharem fora do seu expediente. O Sindicato já propôs ao Tribunal uma mesa paritária para debater o tema. De novo, nenhuma resposta foi dada aos servidores.

Por causa da ausência de qualquer tipo de contrapartida financeira e diálogo com os servidores e, ainda, pelas mudanças não beneficiarem a maioria, a categoria em assembleia decidiu rejeitar a regionalização, como propõe o Tribunal. Por isso, a participação dos servidores na pesquisa é importante. Os dados serão usados como ferramenta de negociação com a administração.

Assédio moral
Nas comarcas, junto com o diretor Neto Puerta, está o psicólogo clínico Mateus Graoske Mendes que participa das reuniões e conscientiza sobre ao assédio moral. Como parte do processo de formação, a Campanha “Violência moral no trabalho – lançar luz, organizar e combater” foi levada às comarcas citadas.

➡ Artigo| O dia em que o SAJ parou – 7 mil pessoas impossibilitadas de trabalhar

Comarca de Chapecó
Comarca de Concórdia
Comarca de Xanxerê

 

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here