Jornada de 6 horas tem apoio até da Magistratura

Jornada de 6 horas tem apoio até da Magistratura

A jornada de trabalho de seis horas diárias é um dos principais temas que precisa de um desfecho. É uma questão de economia, melhora da saúde do servidor e aumento da produtividade. O SINJUSC segue nesta atividade de aprovação da jornada de seis horas no Judiciário, sem que isso afete a remuneração. Em todos os Estados da Federação o posicionamento é unânime: é preciso reduzir a jornada sem prejudicar os servidores.

Inclusive, a diretoria de saúde do Tribunal de Justiça de SC encaminhou e-mail a todos os servidores sugerindo a hora de 50 minutos. Ou seja, a cada hora trabalhada se descansa dez minutos (leia aqui a publicação).

No último mês de novembro, a Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) manifestou-se em petição, sugerindo que seja fixado horário de atendimento ao público, em todos os tribunais do país, à exceção da Justiça Eleitoral, de seis horas ininterruptas, cabendo a cada corte, no âmbito de sua autonomia administrativa e observando as peculiaridades locais, estabelecer o início e final do expediente (leia aqui a publicação).

A AMB encaminhou ao relator, Luiz Fux, no STF, planilha com informações consolidadas dos Tribunais sobre o tema. O levantamento foi realizado a partir das informações recebidas, inclusive do TJSC, e de todos os Tribunais Estaduais.

O SINJUSC reafirma que a jornada de seis horas é benéfica, com ganhos para ambos os lados, com a redução nas despesas do Tribunal, como nos custos de energia elétrica, e aumento da produtividade trazido pelo benefício social que uma hora a mais de descanso proporciona aos servidores.

Sempre bom lembrar que a jornada de seis horas é realidade no Executivo e no Judiciário de vários Estados, sem afetar o rendimento do servidor e a qualidade no atendimento à sociedade.

3 Comentários

  1. E COMO ESTÁ AQUELA AUTORIZAÇÃO LEGISLATIVA QUE PERMITE REDUZIR O VENCIMENTO PELA DIMINUIÇÃO DO HORÁRIO? A REDUÇÃO DE HORÁRIO SEM REDUÇÃO DE SALÁRIO SERÁ UMA GRANDE VITÓRIA… E REALMENTE NECESSÁRIA PARA A SAÚDE DO SERVIDOR!

  2. Gostaria de obter mais informações acerca do suposto e-mail enviado pela diretoria de saúde do Tribunal de Justiça de SC sugerindo a hora de 50 minutos. A matéria “Exames periódicos e hora de 50 minutos em pauta com Diretoria Saúde” só menciona que a pauta foi defendida pelo SINJUSC em reunião, mas não fala nada sobre o e-mail, o qual eu nunca recebi.

  3. Está mais do que na hora de a jornada de 6 horas virar realidade. Já que nunca sobram verbas para melhorar nossa remuneração que diminuam nosso tempo de trabalho então!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *