GREVE

0
660
Trabalhadores mobilizados na greve de 2015. SINJUSC arquivo

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), por meio do Sistema de Acompanhamento de Greves revelou que o Brasil registrou de dezembro de 2018 a novembro de 2019, 503 greves de servidores públicos. Do total, 324 foram nos municípios, 154 nos Estados e 11 na Federação.

As principais reivindicações foram reajuste salarial (54%), plano de cargos e salários (27%), ampliação dos investimentos nos serviços públicos (27%) e melhoria nas condições de trabalho (26%).

Protestos contra atrasos no pagamento dos salários ou de 13º motivaram 23 das greves dos servidores. Também mobilizaram o funcionalismo a realização de concurso público (17%), manutenção, regularização ou reajuste de gratificações ou do vale-alimentação (14%), questões relacionadas à jornada de trabalho (11%) e a luta contra a reforma da previdência (10%).

A greve é um direito inalienável dos trabalhadores, públicos ou privado. Lutar por melhorias condições de trabalho é uma pauta permanente do SINJUSC, que começa sua gestão de 2020 focada na quebra do limitador, saúde, tecnologia a favor do servidor e ampliação da diálogo com a categoria, Tribunal, Fenajud e outras entidades.

Leia também nosso editorial: Avante, SINJUSC!

 

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here