Contra a ‘reforma’ da Previdência, SINJUSC convoca trabalhadores para greve geral de 14 de junho

Contra a ‘reforma’ da Previdência, SINJUSC convoca trabalhadores para greve geral de 14 de junho

O SINJUSC convoca trabalhadores e trabalhadoras do judiciário catarinense para participar da greve geral dia 14 de junho, próxima sexta-feira. O Sindicato segue orientações da assembleia congressual e da assembleia geral de 15/03.

O Sindicato notificou a administração do Tribunal de Justiça de Santa Catarina nesta quinta-feira, 06/06, sobre o movimento da classe trabalhadora que será realizado em todo o País na sexta-feira que vem. Veja o ofício aqui.

A convocação de greve geral em 14 de junho é contra a ‘reforma’ da Previdência – PEC 6/2019 – e o desemprego, em defesa do direito de aposentadoria e da educação pública, de qualidade e gratuita para todos e todas.

A luta dos/as trabalhadores/as do judiciário de Santa Catarina contra a ‘reforma’ da Previdência é uma deliberação da assembleia congressual realizada em Itajaí dia 4 de maio. Antes, a assembleia geral de 15 de março deliberou que o SINJUSC participasse de todas as ações contra o texto do governo que cria uma previdência baseada na capitalização, no aumento do tempo de trabalho, na diminuição do valor do benefício, e no aumento das contribuições de até 22% do salário.

O SINJUSC orienta delegados e delegadas sindicais, assim como aos demais trabalhadores/as das comarcas e outros locais de trabalho, para que organizem a paralisação, com leitura coletiva da PEC 6/2019. Também recomenda assistir aos vídeos do especialista em Previdência Carlos Gabas:

A colega Andreia Espíndola também escreveu um artigo sobre a ‘reforma’ da Previdência – está aqui. Outros textos publicados pelo SINJUSC sobre a PEC 6/2019 estão neste site, especialmente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *