A ordem é barrar a Reforma da Previdência em SC

0
281

O SINJUSC está há duas semanas mobilizando-se junto a demais sindicatos para um novo Ato Unificado amanhã, dia 4 de fevereiro, na Alesc. A ordem é barrar a Reforma da Previdência em Santa Catarina. Na última semana houve reunião com a CTB (leia aqui), Fórum de Lutas em Defesa dos Direitos e demais sindicatos de trabalhadores de todas as esferas, para alinhamento dos atos.

Você, servidor público do judiciário catarinense, precisa defender sua aposentadoria.

Este é o momento de enfrentarmos o Governo do Estado. Vamos aproveitar o início dos trabalhos legislativos de 2020, quando o governador Carlos Moisés estará presente, e mostrarmos nossa posição contrária à Reforma

Relembre

O Governo de SC protocolou em novembro de 2019 – em regime de urgência – a proposta à Reforma da Previdência dos servidores públicos de Santa Catarina. A proposta, que será analisada pelos Deputados, estende aos servidores estaduais dos três poderes as mesmas normas da reforma nacional da Previdência aprovada no Congresso. O SINJUSC vem atuando no fronte dos trabalhos contra a reforma. Em novembro do ano passado, o sindicato já havia iniciado diálogo com entidades do Ministério Público contra a reforma estadual, veja aqui e em dezembro participou de Ato Unificado na Alesc, relembre aqui.

No projeto o Governo justifica o desequilíbrio fiscal ligado à Previdência. Afirma que o Estado vive uma situação caótica e que há déficit anual para quitar o caixa previdenciário estadual.

Precisamos entender que o Governador Carlos Moisés é militar aposentado desde seus 48 anos de idade. Ele conquistou o direito à aposentadoria, mas porque retirar o nosso e de futuras gerações?

Convidamos você para estar presente nesta terça-feira, às 13h, na Assembleia Legislativa de SC.

Vamos todos unir forças e dizer NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA EM SC!

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here