SINJUSC apresenta ao TJ proposta para ampliar saúde dos servidores

3
730

O SINJUSC se reuniu com a Diretoria de Saúde do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) para implementar o Núcleo de Pesquisa de Saúde e participar dos estudos e pesquisas sobre a saúde do/a trabalhador/a no judiciário catarinense.

Em junho, o Sindicato renovou parceira com a Academia Judicial e lançou proposta para instalação de um núcleo de estudos de gênero e violência contra a mulher, com a colaboração da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEVID). Veja aqui.

Ao propor a criação do núcleo de saúde em parceria com a Diretoria da área do Tribunal de Justiça, o Sindicato pretende fortalecer as políticas de prevenção ao adoecimento provocado pelo trabalho, ampliando a ação do Comitê Regional de Saúde.

O Comitê, atualmente, tem suas funções limitadas dentro do Comitê de Políticas Jurisdicionais, e não cumpre as atribuições propostas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e quando há debate sobre questões de saúde eles ocorrem sem a representação dos servidores, contrariando norma do CNJ.

Na mesma reunião, o SINJUSC apresentou à Diretoria de Saúde o resultado oficial da Pesquisa Saúde no Judiciário, organizada pela Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud) e Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajufe). A Pesquisa – leia mais aqui – aponta que ações para melhorar a saúde dos servidores e servidoras devem focar na organização do trabalho e na gestão.

Ao final da reunião, o Sindicato convidou a Diretoria de Saúde do TJSC para participar do 2º Seminário de Saúde de Magistrados e Servidores do CNJ, dias 4 e 5 de setembro no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília (DF). Veja aqui e aqui. Na oportunidade, a Fenajud apresentará os resultados da Pesquisa Nacional realizada no judiciário dos Estados.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here