A reforma/deforma da previdência e as perdas para as famílias brasileiras

0
1043

*Andréia Espíndola

Avôs aposentados socorrem a muitos numa família.  Prestam cuidados aos pais em idade avançada, lhes acompanham a serviços de saúde. Atendem a netos que precisam ser buscados na escola porque os pais estão trabalhando, porque feriados foram emendados, porque estão de férias escolares, porque não conseguiram vaga em escola de educação infantil.

E caso a chamada “Nova Previdência” seja implantada quem atenderá os idosos octogenários? E as crianças quando os pais possuem limites para atende-las?  As famílias ficarão sem membros disponíveis para atender a estas duas pontas.   Que propostas o governo possui para auxiliar às famílias para cuidarem de suas crianças e idosos em idade mais avançada?

A “Nova Previdência” além de postergar e dificultar o acesso a aposentadoria do trabalhador brasileiro, também o deixará com menos renda, situação que trará impactos para a economia e a indústria do turismo.

Acredito que Santa Catarina muito perderá neste setor. Na última temporada de verão os empresários deste segmento já sentiram perdas com a diminuição do fluxo de argentinos, empobrecidos pela reforma da previdência lá já implantada (…).

Os idosos ficarão mais pobres, o acesso a pensão por morte ficará mais restrito, mais reduzido, desta forma, nem mesmo na viuvez o trabalhador poderá usufruir de uma situação financeira mais confortável ou de acesso a lazer, pequenos passeios.

Caso na velhice o trabalhador outrora de classe média tenha uma aposentadoria diminuta não poderá mais pagar a faxineira, a manicure, o lavador de carros, não ocorre a circulação da riqueza, todos quebram, todos ficam mais pobres.

Os jornais de circulação estadual de SC subtraíram a coluna do leitor, o leitor está sem voz, censurado. Temos rede de televisão em nosso Estado que reiteradamente desqualifica o servidor público, lhe identifica como privilegiado, que enfatiza a necessidade da reforma mas que possui como proprietário dono empresas que comercializam seguros, planos de previdência privada e de capitalização. Bem ruim para o trabalhador.

* Assistente Social, Palhoça/SC

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here