Grupos de Trabalho apontam caminhos para o Sindicato

0
255

Na manhã do último dia do 8º Congresso, 4 de maio, foram estabelecidos 5 grupos de trabalho de acordo com os eixos Previdência e Lutas Gerais, Judiciário, Comunicação, Saúde, e Mulheres. Essas temas tiveram como referência a Tese 1: Sinjusc somos todos nós, apresentada pela direção do SINJUSC.

No eixo temático da Saúde, coordenado por Soraia Depin, do Conselho Fiscal do Sindicato, os participantes definiram que a saúde é influenciada pela opressão do mundo do trabalho.

Soraia e Valfrida

As exigências, pressões e sobrecargas são causas de muitas doenças. Outro ponto presente na discussão é a necessidade de pensar nas consequências das novas tecnologias que geraram, entre outras coisas, o teletrabalho.

O grupo de discussão do tema Mulheres, coordenado pela vice-presidente do SINJUSC, Valfrida Oliveira, o destaque foi a percepção da consciência da necessidade de as mulheres lutarem por seus direitos e espaços. Oliveira notou que essa conscientização foi expressa também por aposentadas.

Cláudio

Já o eixo temático Previdência e Lutas Gerais, coordenado por Cláudio Del Pra Netto, frisou a necessidade da luta contra a reforma da previdência de forma contínua, madura e diferente.

O grupo de discussão a respeito da Comunicação, coordenado por Hélio Lentz Puerta Neto, diretor geral do Sindicato, apontou como destaque a necessidade de readequação da linguagem no contexto atual de transformações dos meios de comunicação e informação. Segundo Neto, “temos que entrar na batalha da comunicação”.

Para o dirigente sindical, essa batalha envolve primeiramente investir financeiramente em mídias alternativas; em segundo lugar, fomentar a comunicação própria, que significa constituir um grupo de jornalistas, psicólogos e profissionais de tecnologia para melhorar a comunicação feita pelo SINJUSC.

Guilherme

O grupo temático Judiciário foi coordenado por Guilherme Peres, diretor do SINJUSC. Os debates giraram em torno do PCS, data-base, jornada de 6 horas, estatuto único, formação, unidade da categoria, democratização, reajuste e ganhos salariais, e manutenção do serviço público de qualidade.

(Fotos de Osíris Duarte, jornalista SC02538JP – Texto de Vaniucha Moraes, jornalista (SC02959JP) e Doutora em Sociologia Política e Mestre em Jornalismo pela UFSC – Revisão e Edição por Rubens Lunge, Especialista em Comunicação pela Universidade Metodista de SP, jornalista MtB 5567/RS)

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here