Aberto o 8º Congresso, com lutas pelo 1º de Maio e 30 anos do Sindicato

0
441

Começou nesta quarta-feira, 1º de maio, com um auditório lotado, o 8º Congresso Estadual dos trabalhadores e trabalhadoras do Poder Judiciário de Santa Catarina, no Hotel Sandri, em Itajaí.

O evento marca o aniversário de 30 anos da entidade e conta com uma extensa programação – veja aqui. Participam delegados e delegadas de todas as regiões do Estado.
A solenidade de abertura se deu às 19 horas e ocorreu no mesmo cenário onde será exibida nesta quinta-feira a peça O auto da Compadecida.

Representantes de outros sindicatos de trabalhadores do judiciário e federação, CTB e do ministério público fizeram rápidos discursos. Ressaltaram a importância do 1º de Maio e a necessária luta para impedir a retirada de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras.

O presidente do SINJUSC, Walmor Grando, destacou o tema do congresso “A Justiça construída pelas mãos dos trabalhadores” e frisou para a necessidade de união da categoria diante do risco de perda de direitos adquiridos.

Antes do final da solenidade foi exibido um filme em comemoração aos 30 anos do SINJUSC, produzido pela equipe do Sindicato em conjunto com o Centro de Estudos e, Trabalho Público e Sindicalismo – Fazendo Escola.

O filme resgata parte da história e da memória do Sindicato e da luta da categoria. Através de fotos e depoimentos foi exaltado o histórico de lutas, aprendizados e conquistas.

O 8º Congresso vai até sábado. Nesta quinta-feira iniciam os painéis, às 9h15min (O Brasil e o Mundo na Nova Era, conjuntura nacional e internacional); 14h (Mídia e Judiciário, Para além do Midia Training), e às 17h (Mulheres, Trabalho e Judiciário).

HOMENAGEM

Na cerimônia de abertura do 8º Congresso, foi homenageada a memória de Moisés Cyrino de Freitas. Freitas era Delegado Sindical da Comarca de Anita de Garibaldi e representante regional na direção do Sindicato. A diretora do SINJUSC Daniela Burigo Marques proferiu um discurso que ressaltou a atuação do dirigente em lutas da categoria. Em seguida, Marcos Aurélio Cyrino de Freitas, irmão de Moisés, falecido em julho de 2018, recebeu uma placa com a homenagem ao sindicalista, a quem foi dedicado a realização do 8º Congresso da entidade.

(Fotos de Osíris Duarte, jornalista SC02538JP – Texto de Vaniucha Moraes, jornalista (SC02959JP) e Doutora em Sociologia Política e Mestre em Jornalismo pela UFSC – Revisão e Edição por Rubens Lunge, Especialista em Comunicação pela Universidade Metodista de SP, jornalista MtB 5567/RS)

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here