100 dias de governo Moisés. E nada de reajuste dos aposentados sem paridade

0
146
Diretoria do SINJUSC, em dezembro de 2018, reunida com o Secretário da Casa Civil de SC, Luciano Veloso Lima.

O governo Moisés completa 100 dias. Foi para a TV para dizer o que fez e o que fará. Deixou de fora qualquer palavra para o reajuste de aposentados/as sem paridade.

Idosos e idosas estão ignorados aqui e também lançados ao pior dos mundos caso passe a reforma da previdência.

O SINJUSC não se omite e vem buscando apoios para que o governador assine logo o decreto que reajuste o valor das aposentadorias dos sem paridade.

Os atrasados são de 2019 e 2018. Nos últimos tempos, governadores têm obsessão em atrasar reajuste de aposentado do Estado sem paridade. Uma observação: nenhum governador se aposenta sem paridade. Suas aposentadorias são bem gordas diante do que recebem os aposentados.

O Sindicato falou com deputados (aqui e aqui)  sobre a triste situação desumana com que os sem paridade são tratados, e justamente na hora que mais precisam. Também fez reuniões com representantes do governador (aqui e aqui) e cobrou do instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (Iprev) (aqui).

Com a palavra, o governador, para explicar o motivo pelo qual não reajusta as aposentadorias dos sem paridade em 2,07% em janeiro de 2018 e em 3,94% em janeiro de 2019, que, somados, já acumulam perdas de 6% nos vencimentos.

SINJUSC, 30 anos na luta por salário e aposentadoria dignos! Filie-se aqui.

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here