Nova proposta de aposentadoria deve exigir 40 anos de contribuição

0
554

O novo texto da reforma da Previdência deve ser encaminhada nos próximos dias ao Congresso Nacional pelo governo federal. Segundo informações de uma fonte governamental, os trabalhadores e trabalhadoras públicos/as terão que contribuir com 40 anos para receber 100% do benefício.

O texto oficial da reforma da Previdência ainda não foi apresentado para a sociedade, mas especialistas e lideranças de organizações de trabalhadores que receberam uma minuta de estudos apontam que a proposta é muito pior do que a do governo anterior, de Michel Temer.

Conforme vinha defendendo na campanha eleitoral, Jair Bolsonaro e seus ministros, especialmente Paulo Roberto Nunes Guedes (Economia) e Onyx Dornelles Lorenzoni (Casa Civil), imporá na reforma o sistema de capitalização.

Com este sistema, o/a trabalhador/a terá que contratar uma empresa, que vai gerenciar seus depósitos mensais e os devolverá na aposentadoria. Isso se a empresa não quebrar ou não tiver prejuízo, pois seu lucro vem da aplicação dos recursos dos/as trabalhadores/as na bolsa de valores. Esse sistema levou os aposentados chilenos para a miséria. Veja aqui.

Contra as reformas que penalizam os/as trabalhadores/as e na luta por uma aposentadoria com dignidade, somos todos SINJUSC!

O Sindicato publicou 28 textos sobre a proposta de reforma da Previdência de Michel Temer entre 2017 e 2018. Veja os textos publicados aqui. Entre esses textos há a um com a opinião do juiz da Vara de Execuções Penais de Joinville, formador da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados e membro da Associação Juízes para a Democracia, João Marcos Buch. Veja aqui.

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here