Após denúncia do SINJUSC, SSP e coordenadoria do SISP apuram vazamento de dados dos Oficiais de Justiça

0
407

O SINJUSC e Núcleo de Oficiais de Justiça do Sindicato exigiram e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a Coordenadoria do Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP) estão apurando o vazamento dos dados pessoais de Oficiais de Justiça. Nesta sexta-feira, 01/02, o SINJUSC também requereu a restrição de acesso aos dados de Oficiais de Justiça pelo SISP.

O Sindicato quer que haja maior restrição e controle a acesso de dados do SISP, a exemplo do que já ocorre com as informações de oficiais da Polícia Militar. A medida do SINJUSC é desdobramento da audiência com o secretário do Colegiado Superior da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, Coronel Paulo Cesar Kinihs, no último dia 24/01.

Os fatos causaram preocupação também entre os trabalhadores que atuam na execução penal, bem como de outros trabalhadores que executam atividades externas do judiciário em todo o Estado. A restrição e o controle do acesso aos dados depositados no Sistema Integrado de Segurança requerida pelo Sindicato é uma medida de segurança para o devido funcionamento do judiciário.

Ao mesmo tempo em que cobra das autoridades responsáveis agilidade e controle sobre dados de trabalhadores/as públicos/as no SISP, o SINJUSC também informou ao Tribunal de Justiça os fatos e requereu as devidas providências com urgência por conta do risco presente no caso, e de outros provenientes da atividade profissional externa. A Gratificação de Atividade Externa (GAE) não pode mais ficar engavetada.

SINJUSC, 30 anos na defesa dos direitos de todos e todas!

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here