Vitória da Categoria: ALESC vota contra terceirização de Assistentes Sociais e Psicólogos

“Saudações a quem tem coragem!”

Depois de dois anos de Luta conjunta da categoria contra a terceirização, o PLC 14.2/2016 foi votado na ALESC e a terceirização de Assistentes Sociais e Psicólogos saiu do texto original. O projeto, que na verdade concede valores para a constituição do Fundo de Amparo à Justiça, gerido pela Defensoria Pública, finalmente foi aprovado de forma adequada.

Foram mobilizações, pareceres, reuniões, audiências públicas, e-mails, votações pela internet, abaixo-assinado, e uma série de ações promovidas pelo Sindicato e Associação de Assistentes Sociais e também dos Psicólogos, além dos Conselhos Regionais de Psicologia e Assistência Social e do próprio Sindicato de Psicólogos, que conseguiram esta vitória.

Valeu ter participado da audiência, que lotou o plenarinho da ALESC. Valeu ter conseguido assinatura dos colegas contra a alínea “b”. Valeu ter renunciado ao descanso e ido diretamente na Assembleia conversar com os Deputados. Valeu ter feito uma audiência com o então Presidente do Tribunal de Justiça sobre o caso. Valeu ter votado no site da ALESC contra o projeto original. Valeu ter enviado aquele e-mail aos deputados e deputadas, tudo valeu a pena, pois conquistamos nossa vitória.

A Luta árdua contra a terceirização, uma guerra da qual várias batalhas são perdidas, teve um momento de revés. Quem pensava que não poderíamos ganhar esta batalha se enganou. O Tribunal de Justiça reviu sua posição nesta nova administração e concordou com a retirada da terceirização, isto deve ser percebido. Mas o mais importante foi a unidade da categoria, que não esmoreceu e garantiu seus interesses.

É hora de comemorar! Parabéns para quem nunca desistiu apesar do cenário complexo! Parabéns para quem lutou e defendeu o concurso público! Vencemos esta batalha, mas as Lutas continuam! Celebremos hoje, pois amanhã haverá mais por que Lutar!

DEIXE UMA MENSAGEM

Please enter your comment!
Please enter your name here