Artigos
Chance de uma vida melhor
16/01/2018

Um projeto realizado no auditório do SINJUSC em finais de semanas resultou na conquista de vagas em universidades públicas de Santa Catarina por sete jovens. Outros aguardam resultados do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O Cursinho Popular Maria Brandão atende jovens trabalhadores. Com o apoio do SINJUSC e do SINTE e contribuições de diretores que participaram de aulas em finais de semana, o Cursinho pôde desenvolver suas atividades. O Sindicato compartilha este momento de alegria, e publica a carta de agradecimento do Coletivo Minervino de Oliveira, mantenedor do Cursinho, recebida nesta terça-feira, 16/01.

 

Caros Amigos,

 

Existe um adágio que diz que "o caminho se faz ao caminhar". Iniciamos as atividades do Cursinho Popular Maria Brandão (CPMB) com muitas expectativas e cheios de sonhos. Nenhuma dessas expectativas e sonhos era maior do que daqueles que nos procuraram para receber uma ajuda e solidariedade para seu ingresso na universidade. Assim iniciamos nossas atividades com um grupo de jovens trabalhadores e estudantes. O apoio do SINJUSC e do SINTE Regional de Florianópolis foi fundamental. Fomos recebidos nessa casa do trabalhador com muita dignidade, pela porta da frente. Iniciamos com pouco mais de 50 alunos. Sabíamos que nossa jornada seria trabalhosa, pela dificuldade material e pelas condições de vida de muitos que ali estavam. Terminamos com pouco mais de 20 alunos. Desses, 07 conseguiram atingir o objetivo de entrar em uma universidade pública. Outros aguardam a nota do ENEM com chances reais de serem chamados em várias universidades pelo SiSU. A iniciativa do Coletivo Minervino de Oliveira juntamente com movimento populares, com o objetivo de atender a demanda de jovens e adultos sem condições financeiras de acessar a estudos preparatórios para concursos vestibulares é mais uma entre tantas. Durante esses meses, amadurecemos e estabelecemos valorosos contatos nas redes (reais) sociais. Foram 12 sábados de muito trabalho e muita troca. O resultado está aí 07 alunos aprovados nos vestibulares da UFSC e UDESC. Parece pouco, mas não é!  O sistema excludente de vestibulares penaliza o jovem estudante trabalhador. Jornadas exaustivas e trabalhos precários, combinado com o descaso de sistema educacional, penalizam esses jovens. Mesmo assim há resistência. Aqui fomos uma parcela pequena dessa resistência que se espalha pelo país. Existem inúmeras iniciativas populares e é nessas iniciativas que alimentamos a esperança equilibrista de virar esse jogo e democratizar o acesso a formação universitária.

Todo esse esforço não seria possível (e não será) sem ajuda da casa do trabalhador, dos sindicatos. Neste ponto, não temos medidas para agradecer essa acolhida pelo SINJUSC e a grandiosa ajuda do SINTE Regional de Florianópolis. Sindicatos formados por homens e mulheres que pensam grande em ações pequenas, como apoiar um Cursinho Popular.  

Isso sem dúvida fez uma diferença significativa na vida desses jovens que aqui passaram. Esperamos que no desenvolver de suas vidas acadêmicas e futuramente no mundo do trabalho, esses saibam que sindicato é um espaço vivo, de luta e de solidariedade. Nossa gratidão aos trabalhadores do judiciário e a diretoria do SINJUSC. Nossa gratidão aos trabalhadores da educação e a diretoria do SINTE Regional de Florianópolis.

Vocês mais do que ninguém entenderam que o caminho se faz ao caminhar!

 

Coordenação Social – Mauricio Marques (estudante de Serviço social – UFSC)

Coordenação Pedagógica – Hellen Balbinotte Costa (Pedagoga)

 

Esses são os aprovados

 

Artur Andrade - Ciências Econômicas (UFSC)

Gislaine Cristina Galieta – Biblioteconomia (UFSC)

Ivi Porfirio - Ciências Sociais (UFSC)

Leonardo Pessini Cechin – História (UFSC)

Matheus Felipe de Souza - Libras (UFSC) Música (UDESC)

Matheus Miranda Torres Gomes - Sistema de Informação (UFSC)

Nathalia Reginaldo - Engenharia Civil (UFSC)

Galeria de Fotos
[ Mais sobre Artigos ]

0800 701 1690

Avenida Mauro Ramos, nº 448, Centro - Florianópolis

SC - CEP 88.020-300