Sindicais
NOTA DE ESCLARECIMENTO sobre X Congresso da Fenajud
12/12/2017

NOTA DE ESCLARECIMENTO DIREÇÃO FENAJUD E SINDICATOS ASSOCIADOS

Com relação ao “Comunicado” publicado em 10/12/2017, às 23:42, no sítio eletrônico da Fenajud, por alguns já ex-diretores da Entidade, cabe esclarecer:

a) O X Congresso da Fenajud, realizado na cidade de Curitiba entre os dias 07 e 09 de Dezembro, deliberou pela eleição por aclamação da única chapa inscrita: “Novo Tempo”, tendo sido seus membros eleitos democraticamente como dirigentes da Entidade pelos próximos 03(três) anos;

b) Ao contrário do que afirma a nota inverídica publicada pelos antigos dirigentes da entidade, não houve “agressões, ameaças, coação, apreensão de documentos da Diretoria da FENAJUD, por pessoas estranhas à Direção Executiva”, mas sim um ambiente de animosidade criado pelos próprios ex-diretores e alguns de seus apoiadores que, percebendo a iminente derrota, optaram por lançar mão de um lamentável estratagema para tumultuar todo o processo, tentando impugnar delegações legitimamente inscritas, suspender os trabalhos para evitar o cumprimento da programação previamente divulgada e, portanto, a eleição da nova administração, o que acabou por causar desnecessário tensionamento dos trabalhos. Se faz necessário expor que a presença de seguranças foi necessária para permitir e propiciar a segurança de todos os participantes, inclusive membros da comissão coordenadora dos trabalhos, composta paritariamente e eleita pela plenária, sob a presidência do então presidente da Fenajud, Luiz Fernando, tendo em vista a opção destes poucos ex-diretores e seus apoiadores, de sequer inscrever uma chapa, mas sim, tentar impedir a realização das eleições, a todo custo, inclusive muito fazendo para provocar e instigar os ânimos de delegados e observadores presentes;

c) Foi lavrada ata notarial no Tabelionato e Registro Civil “Santa Quitéria” (Curitiba-PR), bem como registro em cartório de todas as imagens em vídeo do evento, captadas por equipe de gravação contratada pela própria comissão organizadora. Tais imagens, que serão divulgadas na sequência, provam que a versão publicada no sítio oficial da entidade pelos ex-diretores não corresponde à verdade dos fatos, sendo que a confusão foi iniciada por alguns dos seus próprios membros, com o intuito desesperado de evitar uma derrota acachapante, tendo em vista a maioria consolidada em favor da chapa Novo Tempo;

d) A direção eleita por aclamação, num gesto de total boa vontade, e no propósito de promover uma transição democrática e o mais harmônica possível, chegou a propor uma comissão paritária, na qual, os novos eleitos assumiriam suas pastas, porém, os antigos, participariam, até fevereiro de 2018, dessa transição, na forma de colaboradores. Isso inclusive evitaria mudança drástica na vida dos dirigentes afastados (incluindo o então presidente), com o retorno imediato das atribuições de seus cargos nos fóruns de suas comarcas, preocupação esta por eles levantadas. Assistam Aqui um vídeo onde o próprio ex-presidente assume essa negociação;

e) A nova diretoria, eleita num processo democrático e transparente, e que contou com a supervisão de mais de 200 delegados de todos os Estados da Federação, já está tomando as medidas cabíveis para fazer valer a decisão soberana do X Conseju, que é a máxima instância deliberativa da entidade, segundo previsão estatutária;

f) Nós, membros da nova diretoria, bem como sindicatos filiados à Fenajud, vimos a público repudiar a atitude revanchista e deplorável de parte de ex-diretores, que desrespeita a vontade soberana dos delegados presentes ao X Conseju de iniciar um novo tempo, mais democrático e efetivamente destinado a atender aos anseios dos sindicatos filiados e suas bases de representação, elegendo nova Direção. Esses ex-diretores, buscam apenas desrespeitar a vontade soberana dos delegados eleitos em AGEs de seus sindicatos para representar suas bases no Congresso e com isso conseguir se manter no Poder e na gestão da entidade por mais dois meses, tumultuando os trabalhados e inclusive, prejudicando a atuação da Federação neste momento de extrema importância para os trabalhadores do País, que é aquele em que o Governo Federal tenta aprovar, no afogadilho, o DESMONTE DA PREVIDÊNCIA, cuja votação está prevista para os próximos dias;

Registramos aqui nosso compromisso e total disposição em trabalhar diuturnamente pelo bem de todos os servidores do Poder Judiciário em nosso país, e para tanto, lutaremos para exercer o mandato que nos foi outorgado por esses trabalhadores, na eleição ocorrida no X CONSEJU.

Assinam esta nota: Nova Direção da Fenajud, Sindijus-PR, Serjusmig-MG, Sinsjusto-TO, Sinjus-MG, Sintaj-BA, Sindjustiça-CE, Sindijus-SE, Sinjusc-SC, Sindijus-MS, Serjal-AL, Sindijudiciário-ES e Sintjam-AM."

Nota do Sinjus-MG: NOVA DIREÇÃO FENAJUD E SINDICATOS ASSOCIADOS

Nota do Sindijus-PR: NOVA DIREÇÃO FENAJUD E SINDICATOS ASSOCIADOS

Nota do Sintaj-BA: NOVA DIREÇÃO FENAJUD E SINDICATOS ASSOCIADOS

 

Leia mais +

SINJUSC eleito para Novo Tempo na FENAJUD

Começa amanhã o X Congresso da Fenajud

Assembleia elege delegados para Congresso da Federação

SINJUSC integra Fórum Nacional em defesa da saúde do trabalhador

SINJUSC sedia Encontro Regional Sul da Federação dos trabalhadores 

Reforma da previdência pode vir somente para trabalhadores públicos

Para enfrentar a crise, o Sindicato é o caminho

[ Mais sobre Sindicais ]

0800 701 1690

Avenida Mauro Ramos, nº 448, Centro - Florianópolis

SC - CEP 88.020-300